Dia das Humanidades Digitais 2014

logo-pt-PTO “Dia das Humanidades Digitais 2014” (versão em espanhol e português) terá lugar no dia 15 de outubro de 2014.

Dia HD é um projecto que pretende documentar um dia de trabalho de pessoas que estejam envolvidas em projectos que ligam as humanidades e a computação. Pretende-se reunir pessoas de todo o mundo que falem ou trabalhem primordialmente nos idiomas espanhol e português, para através de texto e imagem registar os eventos e actividades de um dia de trabalho. O objectivo do projecto é cruzar num único local os labores de todos os participantes, deste modo elaborando um recurso digital com o qual se possa responder à questão “O que é que os humanistas digitais efectivamente fazem?

Para além da experiência em publicação digital colectiva, o evento é uma oportunidade de divulgarmos o nosso trabalho, gerar novos contactos e criar redes num campo de investigação que tem tido cada vez mais visibilidade nos últimos anos.

Dia Humanidades Digitais 2014

O Dia HD em português e espanhol é organizado por:

CenterNet
Humanidades Digitales Hispánicas. Sociedad Internacional (HDH)
Red de Humanidades Digitales (RedHD)
Facultad de Filosofía y Letras, Universidad Nacional Autónoma de Méixco
Associação das Humanidades Digitais (AHDig)
Asociación Argentina de Humanidades Digitales (AAHD)

Divulguem e participem!

A hashtag do Twitter para o evento é #diahd14

Para participar no projecto, por favor, registe-se aqui:
http://diahd2014.filos.unam.mx/registrarse

Informação mais detalhada sobre o projecto, estão disponíveis aqui:
http://diahd2014.filos.unam.mx/acerca

Recomendações para participar:
http://diahd2014.filos.unam.mx/recomendaciones

Poderá ter uma ideia do que foi a edição anterior em: O Dia das Humanidades Digitais (#diahd): uma aproximação em números ou Ainda o Dia das Humanidades Digitais de 2013

A Volta ao Mundo das Humanidades Digitais em 80 dias: P.S.

Imagem 383O dia 73 do projeto Around DH in 80 Days destacou mais um projeto da rede AHDig – Post Scriptum: Arquivo Digital de Escrita Quotidiana em Portugal e Espanha na Época Moderna.

Conduzido na Universidade de Lisboa pela equipe liderada pela Profa. Rita Marquilhas, membro da Comissão de Fundação da AHDig, o P.S. vem reunindo e estudando uma coleção de cartas privadas escritas durante a Idade Moderna na Península Ibérica. O material trabalhado no projeto é singularmente valioso, já que representa a escrita de indivíduos de diversas classes sociais, que nem sempre tem voz na historiografia – nesse caso, sua escrita ficou registrada em arquivos de processos judiciais, como provas de delitos:

“Podiam ser amos ou criados, adultos ou crianças, homens ou mulheres, ladrões, soldados, artesãos, padres, militantes políticos e outros tipos de agentes sociais. A sua epistolografia sobreviveu em casos excecionais, quando os seus percursos se cruzaram com os meios de perseguição da Inquisição e dos tribunais civis e eclesiásticos, instituições que costumavam fazer uso da correspondência privada como prova de delitos. Os documentos, que fazem parte de processos judiciais, vêm acompanhados de verdadeiras ‘entrevistas sociológicas’, levadas a cabo por inquisidores e juízes, o que permite aos investigadores uma contextualização mais adequada das relações interpessoais nas sociedades tradicionais”. (leia mais na apresentação do projeto)

Todo este material vem sendo colocado à disposição dos estudiosos na forma de um corpus digital com tratamento filológico e linguístico cuidadoso e acompanhado de estudos e culturais – fazendo do P.S. um dos projetos pioneiros nas Humanidades Digitais em português.

A passagem do projeto Around DH in 80 Days pelo P.S. em seu 73o dia somou-se à passagem pelo grupo Hímaco no dia 59 e à Biblioteca Brasiliana Mindlin no dia 23, formando os pontos lusófonos da viagem que passou pelos cinco continentes, mostrando 79 projetos sobre os mais diversos temas nas humanidades – todos com o ponto comum do envolvimento de recursos digitais. A lista completa vale uma visita.

A Volta ao Mundo das Humanidades Digitais chegou aos seus 80 dias ontem, 9 de setembro, com uma parada no próprio leitor. O balanço final da viagem é muito interessante, entre outras coisas por revelar ao mesmo tempo a densidade e a diversidade dos trabalhos identificados com as Humanidades Digitais nos mais diversos pontos do globo. Como destaca Alex Gil, idealizador do projeto, nesse último post,

Each of the projects and teams we highlighted here testify to the rich heterogeneity of digital practices in the humanities around the world. If they have anything in common it is their impulse to understand and remember the precious shards of our messy voices using our evolving mechanisms. They remind us that questions of preservation, standards, labor practices, diversity and many others we debate, cannot divorce themselves from what is actual. We hope that our future arguments point to the evidence at hand. We’ve provided 79 + 1 examples of arduous efforts around the world; we hope you can provide many more“.

Será interessante, agora, acompanhar de perto os desdobramentos da iniciativa, que certamente estarão em pauta no site da Global Outlook :: Digital Humanities.

 

II Seminário Internacional História e Língua – Interfaces

O  II Seminário Internacional História e Língua – Interfaces terá lugar no dia 23 de setembro de 2014 na Universidade de Évora. Os debates tocarão temas de extremo interesse para a comunidade das Humanidades Digitais, e contarão com a presença de diversos participantes da AHDig.

Confira a programação abaixo, e no site Bibliotecas e Humanidades Digitais.

 

II SEMINÁRIO INTERNACIONAL HISTÓRIA E LÍNGUA – INTERFACES
23 de setembro de 2014
LOCAL: Universidade de Évora/Sala de docentes do Colégio do Espírito Santo
ENTRADA LIVRE: Para receber certificado, é favor inscrever-se (cidehus@uevora.pt)

Programa

ABERTURA -11H
MANHÃ (11H00 – 13h)
PAINEL I – HISTÓRIA E LÍNGUA
11h15 – Conferência de Abertura – Maria José Borcony Finatto (UFGRS, RS, Brasil):Lexicologia no Projeto PorPopular: usos de verbos e de substantivos no jornal popular brasileiro
12h00 – Maria Filomena Gonçalves & Ana Paula Banza (DLL/CIDEHUS-UÉ): Projeto EDHiLP: fontes (meta)linguísticas na Biblioteca Pública de Évora

TARDE
PAINEL II – HUMANIDADES DIGITAIS
14h30 – Dália Guerreiro (CIDEHUS-UÉ): “E meu reino siga”: a leitura digital do testamento de Afonso II
15h15 – Maria Isabel Rocha Roque (Univ. Europeia):  Entre o real e o virtual: a construção do museu como espaço para o turismo criativo

Pausa (16h00-16h30)
16h30 – Paula Carvalho (Univ. Europeia): Análise Automática de Sentimento ao dispor das Humanidades e das Ciências Sociais
17h15 Daniel Alves (UNL/Instituto de História Contemporânea): Visualização e análise espacial nas Humanidades: o que ganhamos, o que perdemos?
18h00Conferência de encerramento – Paulo Quaresma (/DI, CITI) – Como pode a informática ajudar na análise e divulgação de documentos históricos?